26 de março de 2015

garagem


AB



25 de março de 2015

one shot


AB

FACA DO SUSHIMAN



Noóóóóóssa!!!! Fala sério! O superesportivo da Mercedes-Benz com portas tipo Asa de Gaivota está afiadíssimo, foi flagrado nas ruas do Itaim, quase esquina com a Avenida Nove de Julho, em São Paulo. E que ilustre presença. Saco imediatamente do bolso o meu iPhone, e click! Mais uma... E duas, click! click! Vai pro blog. Que demais!! As rodas raiadas combinaram super com a marca e lembram as facas do sushiman, que aprende a técnica milenar herdada de verdadeiros artesãos da gastronomia japonesa. Sem falar no logo da grade dianteira tipo avião. Tunado pela AMG o carro é top. Sushiman mandou benzaço nos cortes e, é claro, na escolha do possante para a noite gastronômica. Quem pode, pode. Bela máquina, design agressivo super esportivo e ao mesmo tempo discreto sem querer 'parar o trânsito', típico japonês. Mas se é que dá para ser discreto neste caso, né?! Design alemão é sem comentários. Esse é da série. Bi-Bi Fom-Fom pro Faca do Sushiman!!









AB

24 de março de 2015

carrinho de ferro


AB

Ups



Voando rasante no comando do super popular e maior ícone da indústria automobilística. Bi-Bi Fom-Fom pro Fusquinha do Comandante Azul.
AB

19 de março de 2015

18 de março de 2015

VADER VERMELHO



 Quebrar regras é a primeira barreira para inovação e flexibilidade. Design é o forte dos italianos definitivamente, combinado com tradição, criatividade, muito talento e sofisticação assim podemos definir este belo possante. Agora que o limbo da década já passou, os carros com mais de 20 anos começam a brilhar nas ruas. Flagrado em uma garagem na avenida paulista Vader Vermelho estaciona seu Alfa Romeo 155 esportivo, campeão europeu e um carro com inúmeras tecnologias e sofisticação que na época poucos carros tinham, como por exemplo freios a disco, cabeçote com duas velas por cilindro (Twin Spark), bancos esportivos Recaro e um motor que com belos 160 cv - segundo o feliz proprietário e depois pesquisando li que realmente pode-se chegar nessa potência, por conta de acertos mecânicos - o proprietário do possante é piloto de carros de corrida e de moto-velocidade. Taí a escolha de rodas esportivas que encaixaram bem. Na década de 90 as linhas retas foram ultra-exploradas assim como os faróis perderam o formato redondo que perdurou por décadas. Vader Vermelho tem muita personalidade, primo do Fiat Tempra e do Lancia Delta que gerava 185cv, exibe bela carroceria na cor vermelha clássica do fabricante com a marca Alfa Romeo na grade dianteira em forma de brasão triangular assinando a arte. Esse é da série. Bi-Bi Fom-Fom pro Vader Vermelho Alfinha 155!






AB

12 de março de 2015

AVIÃO DE COMBATE



Nóóóoossa, que caranga é essa?!! Tá zerada, e parece ser um modelo de corrida. Incrível olha o estado do possante e mimo do proprietário. Ele estava lá sentado na calçada curtindo a vista nas pedras, flagrado em Punta Del Este perto do centro da cidade, no litoral do Uruguai. Além de boa gastronomia e belezas naturais garantidas essa terra sagrada tradicionalmente tem muitos da série circulando pelo país todo. Existe a cultura de preservar os carros sem muita nóia de trocar de carro a cada dois ou três anos como símbolo de status, como a gente vê em outros países. Olha que bólido incrível, rodas raiadas na cor do possante, mecânica Buick - fabricante clássico yankee que fabricou também tanques de guerra - exibe belos escapes laterais, cockpit esportivo e os logos clássicos da marca em peças cromadas, calotas e a traseira lembra um barco. Que adrenalina imagina, pilotar um motorzão desse como se estivesse em um Avião de Combate. Show, sem palavras ao feliz proprietário que acertou na mosca. E os faróis de neblina então, acabamento em couro marrom, chique pra caramba, sem falar na tapeçaria e pintura verde escuro impecável. Esse é da série. Bi-Bi Fom-Fom pro Avião de Combate.











AB

one shot


AB

5 de fevereiro de 2015

CAMPO AZUL



Oooôôpa! Campo Azul flagrado numa esquina próxima da Avenida Pompéia, no bairro Pompéia em São Paulo capital. Discreto, como quem não quer aparecer ou chamar atenção, surge um clássico que de simples nem mesmo o nome, trata-se de um Mercedes-Benz E-Class W124, um sedan quatro portas que combina descrição, sofisticação e tradição. De longe nota-se as clássicas lanternas traseiras com frisos horizontais, para-choque robusto e cheio de borrachas, típico da década de 80 e início da 90. Cor de catálogo, tipo azul bebê, detalhes antes preto das borrachas e plásticos ganharam a cor azul do carro dando mais leveza no desenho alemão. E ficando mais atual para os dias de hoje, é claro. Os piscas laranjas fazem parte do visual direto e objetivo dos sinais de segurança, elementos estes que sofrem mutações representativas no decorrer do tempo. Esse é da série. Bi-Bi Fom-Fom pro Campo Azul!!



AB



27 de janeiro de 2015

CALÇADO DE COURO



Nóoooossa senhora! Suave e direto ao mesmo tempo, sem delongas. Design agressivo e sofisticado. Que clássico meu Deus, o mito da excelência em pessoa, ou melhor, em pura carroceria. Calçado de Couro foi flagrado estacionado no clube Hípica Santo Amaro, zona Sul de São Paulo numa manhã de muito Sol e muita luz. A começar pelo brilho da pintura impecável numa das tradicionais cores da marca, o marrom. Demais e com 'D' maiúsculo, reparem nas calotas cromadas com o emblema RR, o teto forrado com textura, linhas bem retilíneas com suaves curvas, os faróis redondos bem da década de 70. Incrível o possante, poderoso. Um lenda viva da indústria automobilística. O casamento perfeito de um engenheiro e um visionário inventor, que juntos em 1907 construíram o primeiro carro da marca, Silver Ghost, um carro com uma suavidade legendária que percorreu 14.371 milhas praticamente sem parar. Veio para ficar o possante, revelando ainda que quando o couro é legítimo o fera vai longe. Esse é da série. Bi-Bi Fom pro Calçado de Couro!!





AB

22 de janeiro de 2015

TRIÂNGULO VERMELHO



Uáááááaaaau!!! O triângulo é a base de muitas civilizações. Flagrado na Zona Sul da capital paulista, perto da Marginal Pinheiros em uma vila industrial, o possante não é exatamente um carro mas compartilha muitas peças e experiências de um, a começar pelo tamanho e origem do motor, provavelmente um Volks. Notem as rodas traseiras raiadas e o pneu perfil baixo. Esportivo! A cor vermelha sugere um voo do Barão Vermelho em uma viagem no tempo, o triciclo fez época na década de 70 e muita fama como na capa de disco com o rei Roberto Carlos. Triângulo Vermelho tem garupa, estilo aventureiro e estradeiro, exibe belo acabamento e certamente bicho é destaque especial em qualquer rua, estrada e avenida por esse mundão afora, saca? Esse é da série. Bi-Bi Fom-Fom pro Triângulo Vermelho!!





AB